A liberdade financeira é um estágio de autossuficiência das suas finanças e do seu patrimônio. Por exemplo, você tem condições de recusar um cliente para aproveitar um fim de semana com a família? Ou, se um acidente acontece, é possível arcar com as despesas sem por suas economias em risco? Para quem alcançou a liberdade financeira, a resposta para essas perguntas é sempre positiva. 

Com autonomia de renda, é possível tomar decisões de gastos e de investimentos sem muitas preocupações. Isso não significa ter dinheiro sem trabalhar, mas possuir recursos suficientes para tornar sua vida mais tranquila, e mais liberdade na hora de usar sua renda. É sobre ter controle do seu dinheiro e não ser refém de suas dívidas.

É por isso que muitos brasileiros sonham em conquistar a liberdade financeira. Mas o caminho para chegar lá não é fácil. Muitas pessoas ainda convivem com dívidas, ou têm dificuldade em economizar dinheiro no fim do mês. Além disso, outros tantos não conhecem as possibilidades de fazer o dinheiro render, ou simplesmente nunca realizaram um planejamento sólido para o futuro.

Mas, com organização, estudo, disciplina e o auxílio de um profissional qualificado, é possível atingir este objetivo e ter um futuro calmo, confortável e rentável. 

Ficou interessado? Seguindo estes 5 passos que vamos apresentar, você terá condições de sair do vermelho, arrumar suas contas, e começar a seguir em direção à liberdade financeira.

Etapa 1: Estabelecer objetivos

O objetivo é o que irá nortear a conquista da sua liberdade financeira. Sabendo o que se quer, você ficará mais motivado em cada decisão que for realizar na hora de aplicar o seu dinheiro.

Com um objetivo claro é possível estimular mudanças de hábitos de consumo viciados, e impulsionar decisões de investimento. Além disso, você terá maior disciplina para manter seu controle financeiro em dia.

Para que o objetivo produza um efeito positivo na sua motivação, a ponto de incitá-lo a  mudanças de comportamento, é importante que ele tenha 3 atributos: 

  • Relevância: seu objetivo precisa ser importante para você, fazer seus olhos brilharem. Se ele não te comove, não irá te estimular a transformar suas práticas financeiras.
  • Viabilidade: um objetivo precisa estar ao seu alcance. Isso não significa sonhar pequeno. Mas se a meta estiver muito distante, você se sentirá menos compelido a ir atrás dele. Ou dê um passo atrás, trace etapas de objetivos que te levem a um final mais ambicioso.
  • Dimensão: seu objetivo precisa ser palpável, ter um valor. Muitos sonham em ser ricos, mas o que significa ser rico na prática? Decida quanto você pretende economizar por mês ou por quantos anos até conquistar o que deseja. Dar um valor ajuda a transformar sonho em algo menos abstrato.

Etapa 2: Ter um controle financeiro: orçamento, equilíbrio fiscal e planejamento

O controle financeiro é talvez a mais importante etapa na conquista da sua liberdade financeira. Através dele, é possível conhecer sua saúde financeira e, dessa forma, solucionar problemas, reconhecer erros e acertos e encontrar oportunidades nas suas contas. Para isso, é importante seguir estes três passos: 

Orçamento: tudo começa pela organização do seu orçamento financeiro. É impossível economizar sem saber o quanto se gasta e com o que essa renda é consumida. Para isso, basta papel, caneta e foco. 


Anotando todo o dinheiro que entra e sai, você terá um quadro de controle de gastos. Divida essas despesas em: 

  • gasto essencial fixo (aluguel, mensalidades); 
  • gasto essencial variado (alimentação, luz, água e gás);
  • consumos supérfluos (viagens, restaurantes, cinema, lazer).

 Assim, fica fácil calcular o quanto da sua renda é utilizado em custos obrigatórios e quanto pode ser economizado.

Equilíbrio fiscal: São duas as maneiras de realizar ajuste fiscal:

  • Quitar as dívidas: O acúmulo de contas irá te distanciar ainda mais da liberdade financeira. Por isso, se esforce para pagar todas suas pendências, priorizando aquelas com juros mais altos. Se alguma conta estiver fora de controle, não tenha vergonha de renegociar e tente, de todo jeito, sair do vermelho.
  • Mudar hábitos nocivos: Deslizes e tentações momentâneas se acumulam e podem consumir boa parte da sua renda no final do mês. Com o controle de gastos em mãos, é fácil identificar as compras desnecessárias e evitá-las. Pequenas mudanças, como levar almoço de casa para o trabalho, ou economizar o consumo de luz podem ter um grande efeito nas suas contas, te aproximando, ainda mais, da liberdade financeira. 

Planejamento: é onde o controle financeiro e o objetivo se encontram. Sabendo o quanto gastamos e o que queremos, é possível traçar a melhor rota para alcançar nosso sonho. 

Um bom planejamento define o destino da sua renda e a quantia aplicada.

Se sua situação financeira é delicada e seu objetivo é de curto prazo, os cortes e a disciplina no consumo precisam ser maiores. Por outro lado, caso suas contas estejam equilibradas e sua meta for de longo prazo, pode ser possível conquistá-la com cortes menos drásticos.  

Desta forma, é possível definir a quantia mensal que será reservada para investimentos e, dessa forma, começar a ver seus rendimentos crescerem. 

Etapa 3: Conhecer os principais tipos de investimentos

O mercado financeiro pode ser um ótimo aliado na busca pela liberdade financeira. Quem investe consegue bons retornos e com relativa segurança. E o melhor: você aumenta sua renda sem precisar trabalhar, mas fazendo seu dinheiro trabalhar por você. 

Contudo, antes de investir é imprescindível ter acesso às informações básicas do funcionamento deste mercado e de seus produtos financeiros. 

A internet é um bom lugar para começar se inteirar sobre mercado de capitais. São diversos sites e páginas de confiança voltadas ao mundo dos investimentos, nos quais você poderá ter suas primeiras lições de como investir.

Dicas de colegas e amigos também são uma boa alternativa. Apenas não leve todos os conselhos como verdades únicas. Perfis de investimento diferentes também possuem carteiras de investimento distintas. O que é bom para seu colega pode não ser o ideal para você. 

Etapa 4: Descubra o seu perfil de investidor

O perfil de investidor indica a sua propensão ao risco. É importante ressaltar que não existe o melhor ou pior perfil de investidor, apenas o que combina melhor com o seu objetivo.

Os investidores são normalmente divididos em três perfis: agressivo ou arrojado; moderado e conservador. São categorias que traduzem as preferências de investimento em três critérios básicos: segurança, liquidez e rentabilidade.

Para encontrar o seu perfil de investidor é preciso passar por um questionário, em que se avalia seus objetivos, condições financeiras, número de membros da família, idade, profissão, etc. A partir dele, é possível identificar a rota de investimento mais apropriada à sua personalidade. 

Etapa 5: Educação financeira

A educação financeira é sempre bem-vinda quando se pretende alcançar a liberdade financeira. Quão maior for sua competência na área, mais seguras serão suas tomadas de decisão e, por consequência, mais oportunidades de negócio poderão ser percebidas. 

Com educação financeira, é possível identificar descontroles na economia doméstica, e encontrar soluções para aumentar seu rendimento mensal. Além disso, tendo um bom nível de conhecimento, você terá maior domínio para analisar as oportunidades do mercado financeiro, se aprofundando em estratégias de investimento e conseguindo fazer leituras mais rebuscadas do cenário econômico.

Assessoria Especializada para Liberdade Financeira

Para quem procura traçar um bom plano de investimento e ver crescer seu rendimento, a melhor opção continua sendo contar com o apoio de uma assessoria especializada.

Com o suporte de profissionais qualificados, é possível avaliar sua situação financeira, aperfeiçoar seus objetivos, identificar seu perfil de investidor e, com isso, ter acesso a opções de aplicações ideais para dar um aumento nos seus ganhos. 

Ao lado de uma assessoria especializada, todas as suas decisões de investimento serão amparadas por quem estuda e conhece o mercado financeiro a fundo. Dessa forma, é possível conquistar a liberdade financeira de forma segura e duradoura. 

Felipe Chad
Autor

Felipe Chad, CFP®, é o sócio fundador do portal Omeupatrimonio.com.br e da 3P Capital. Tem vários anos de experiência em atendimento a clientes de alta renda e private, além de ser líder de equipe de assessores de investimentos há mais de 10 anos.

Escreva um comentário

Open chat
1
Posso te ajudar?
Olá, podemos te ajudar?