Poupança: a queridinha dos brasileiros - omeupatrimonio.com.br

Por Ricardo Oliveira

Para vários países o dia 31 de outubro é celebrado como o dia mundial da poupança, em território brasileiro a nossa famosa Poupança bateu mais um recorde de captação de dinheiro depositado pelos brasileiros (só no mês de outubro a captação foi de R$ 7 Bilhões, totalizando R$ 1 Trilhão depositados), que ainda acreditam que ela seja a opção mais segura de investimento no mercado financeiro.

Mas será que a Poupança hoje é, de fato, o investimento mais seguro do mercado? Além disso, será que a poupança entrega alguma rentabilidade positiva para o seu investidor?

Como funciona a rentabilidade da Poupança? E quanto ela rende atualmente?

Vamos primeiro entender como se dá a sua rentabilidade. A partir do mês de maio de 2012, o governo brasileiro alterou algumas regras para os novos depósitos realizados na poupança.

De forma resumida, a pessoa que depositou seu dinheiro na poupança após essa data terá uma rentabilidade que dependerá da Taxa Selic + a Taxa Referencial (TR):

  1. Se a taxa Selic estiver acima de 8,5% a.a  🡪  Poupança renderá 6,20% a.a + TR;
  2. Se a taxa Selic estiver abaixo de 8,5% a.a  🡪  Poupança renderá 70% da Selic + TR;

Dessa forma, com a nossa taxa Selic a 2% a.a, a poupança brasileira tem rendido apenas 1,4% a.a (70% da Selic em 2% + TR, que hoje está em 0,00%), se descontarmos ainda o valor da inflação acumulada(~3,25% para 2020), no fim das contas temos, infelizmente, um rendimento negativo. Entretanto, àqueles que realizaram depósitos antes desse período, encontram um cenário mais animador, pois conseguem obter uma rentabilidade de 6,20% a.a, frente uma taxa Selic de 2% a.a.

Outras formas tão ou mais seguras que a poupança e com uma rentabilidade melhor

Algumas justificativas dadas pelos brasileiros para manter seus investimentos na poupança são: segurança e liquidez.

Com relação à segurança, não iremos afirmar aqui que a poupança não seja segura, a finalidade é mostrar que existem outras opções tão ou mais seguras que ela.

Sabemos que a poupança possui a garantia do FGC (Fundo Garantidor de Créditos), mas ela não é a única, existem outras opções com essa segurança e que ainda trazem uma rentabilidade melhor, como por exemplo, os CDB’s, LCI’s e LCA’s.

Se seu carinho pela poupança estiver mais ligado a sua liquidez, saiba que na poupança as chamadas “datas de aniversário” acabam escondendo uma armadilha para os seus investidores, uma vez que, caso a pessoa resolva sacar seu dinheiro antes dessas determinadas datas, ela não terá sua rentabilidade daquele mês.

Mas onde investir então?

Uma solução para essa pergunta é o chamado Tesouro Selic, que possui por detrás a segurança do Governo e que, também, traz uma rentabilidade maior e diária, não precisando esperar mais as “datas de aniversário” para ter sua rentabilidade.

Por fim, acreditamos que nenhuma pessoa queira ver o seu dinheiro sendo reduzido ao longo do tempo, por isso trouxemos aqui vários aspectos que nos mostram que está na hora de encerrar o ciclo na querida poupança e partir para uma nova fase, com mais rentabilidade e segurança na hora de investir.

Ricardo Oliveira
Author

Ricardo de Oliveira, advogado, é assessor de investimentos dentro da 3P Capital, escritório credenciado à XP Investimentos. Idealizador do projeto Papo PróFundo e sempre preocupado em fornecer um atendimento personalizado ao cliente ajudando-o a atingir seus objetivos.

Write A Comment

Open chat
1
Posso te ajudar?
Olá, podemos te ajudar?